3 de outubro de 2018

Concreto e argamassa – um guia para aprender a diferenciar

Como dois materiais parecidos podem exercer funções diferentes, como o concreto e a argamassa? Vem com a gente!

Responda rápido: qual a diferença entre o concreto e a argamassa?

Essa dúvida, que é natural, tem a ver com a semelhança entre os dois materiais, que apesar de suas similaridades têm funções e composições distintas. Em certos casos, causam confusão.

Mas afinal, como dois materiais parecidos podem exercer funções diferentes, como o concreto e a argamassa?

Argamassa e concreto: semelhantes, porém diferentes

Tanto concreto como argamassa se enquadram no grande grupo das cerâmicas. Agregado miúdo (areia), cimento e água, são os três componentes básicos da argamassa. Agregado graúdo (brita), agregado miúdo (areia), cimento e água, são os quatros componentes básicos do concreto. Esta já é a primeira diferença entre eles. Tanto o concreto quanto a argamassa também podem conter aditivos e/ou adições em sua composição. A cal também é um material que pode ser usado nas argamassas como um aglomerante, similar ao cimento.

Normalmente, tanto para argamassa como concreto, os agregados miúdos (areia) possuem tamanhos menores que 2,4mm e já os agregados graúdos possuem tamanhos superiores a 12mm.

E por terem diferença nos materiais que os compõem, argamassa e concreto têm aplicações distintas. Vamos desenvolver mais nos próximos parágrafos para que você entenda o que diferencia os dois.

Qual é a função da argamassa?

As argamassas são materiais muito empregados na construção civil devido às propriedades de aderência e endurecimento. Como todo material a base de cimento, possui propriedade de ser trabalhável por certo tempo e resistente por um longo tempo. Assim, permite aplicações como:

  • Assentamento de alvenarias, fazendo o papel de aderir um bloco ao outro. A linha de argamassas UltraSeries da LafargeHolcim apresenta resultados fantásticos para esta aplicação;
  • Revestimento de paredes, como reboco ou emboço, permitindo um acabamento uniforme da parede construída por exemplo com alvenaria;
  • Contra pisos, nivelando a superfície de um piso para receber um determinando acabamento como por exemplo um porcelanato. Agilia é um produto da LafargeHolcim recomendado para esta aplicação;
  • Assentamento e rejuntamento de cerâmicas, aderindo à cerâmica ao piso ou parede construída.

Imaginem se usássemos agregado graúdo (brita) na composição da argamassa para assentar uma cerâmica no piso de uma construção? Por isso, a aplicação de uma argamassa necessita de uma composição distinta do concreto.

E do concreto?

O concreto é o material estrutural mais importante da construção civil. É o segundo material mais utilizado no mundo, só perde para a água.

Como é um material cuja matéria prima é o cimento, possui a propriedade de ser trabalhável por um tempo e logo depois adquirir endurecimento e resistência para suportar pesos e tornar realidade os projetos desenvolvidos em nossas construções, pois pode ser moldado por diversas formas.

Peças estruturais, que compõem por exemplo a construção de edificação, são os principais destinos do concreto. Fundações, pilares, vigas, lajes, pisos, são peças que necessitam suportar um determinado peso e o uso do concreto é o ideal para produzir este tipo de estrutura.

A principal propriedade do concreto é a resistência. No Brasil há registros de valores de 125 MPa (unidade de medida da resistência do concreto) na construção do edifício E-Tower em São Paulo.

Como a maioria das aplicações de concreto são de escalas maiores do que as aplicações de argamassa, o uso de agregado graúdo na composição do concreto torna-se vantajoso. Imaginem construir um pilar de uma casa só com argamassa? Para ocupar todo o espaço que formará o pilar usando somente argamassa, a quantidade de cimento e areia será muito maior do que se trocarmos uma parte do cimento e areia por britas. Assim, o pilar será formado por menos quantidade de cimento e areia porém com a mesma resistência, tornando um material mais barato para este tipo de construção do que a argamassa.

E qual a segunda função do concreto? Nas construções a base de concreto, a armação (Barras de aço) está presente em sua maioria, já que o concreto é muito resistente a suportar pesos, mas nem tanto quando existem outros esforços sobre a estrutura, como a tração. Assim, o concreto também tem a função de proteger as barras de aço que se ficarem expostas ao ambiente, irão oxidar (enferrujar) , levando grande risco de danos à estrutura e até colapso total.

Agora que você já sabe as diferenças entre argamassa e concreto chegou o momento de escolher qual o mais adequado para cada fase do projeto.

Ainda com dúvidas? Falem conosco nos comentários!

Até a próxima!

 


Deixe uma resposta

  • Veja Também

    Quer receber conteúdos/novidades
    gratuitamente
    no seu e-mail?