9 de outubro de 2018

Cura de concreto: o que é, para que serve e como fazer?

Um dos principais passos da concretagem é a cura do concreto, fundamental para que o material alcance melhor desempenho.

foto: civildigital

Após lançamento do concreto na peça, a próxima etapa é apenas aguardar que o concreto fique completamente endurecido para que o trabalho esteja concluído, certo?

Errado! Um erro comumente cometido é a não realização da cura do concreto, ou de forma inapropriada, o que pode comprometer toda estrutura. Mas você sabe o que é a cura?

O que é cura do concreto?

Para entender o que é a cura do concreto, é preciso relembrar o significado de retração do concreto, tema que abordamos em nosso artigo anterior.

A cura do concreto é o conjunto de procedimentos realizados para evitar que a água utilizada na dosagem não evapore até que o produto esteja completamente endurecido, reduzindo o aparecimento de fissuras. Manter o concreto hidratado por mais dias após sua concretagem, favorece as condições de desenvolver as resistências projetadas. É justamente essa etapa da construção que faz com que o concreto atinja a resistência desejada para obra e evita a retração do concreto.

Quais riscos eu corro por não realizar corretamente a cura do concreto?

O processo de cura é o que inibe os efeitos negativos da evaporação da água após o lançamento do concreto e impede que fissuras e outros problemas surjam na estrutura.

Sabe o que a ausência da cura do concreto pode gerar na construção?

  • Fissuras;
  • Superfície fraca e esfarelamento;
  • Textura superficial porosa;
  • Vulnerabilidade à entrada de resíduos;
  • Resistência até 30% mais baixa;
  • Menor durabilidade;
  • Acabamento inferior.

Determinando o melhor processo de cura

Existem algumas técnicas para realizar a cura do concreto. Para definir qual delas deve ser a escolhida, é preciso analisar alguns pontos:

  • Recursos financeiros disponíveis;
  • Tipo da edificação;
  • Análise do processo de construção;
  • Provável interferência que a cura pode causar na obra.

Estudando as variáveis, um profissional especializado vai conseguir identificar qual a técnica mais indicada de acordo com o tipo e necessidade da obra. Entre as técnicas mais utilizadas para a cura do concreto estão:

  •        Cura úmida

Sendo a mais simples e a mais utilizada, a cura por umidade, também chamada de cura por molhagem, nada mais é do que a irrigação constante do concreto. Essa técnica deve ser realizada de uma forma que o concreto seja umedecido constantemente e em toda sua extensão ao mesmo tempo.

Essa técnica é mais indicada para pisos e lajes, por serem estruturas horizontais. Adicionar mantas geotexteis ou mesmo sacos de cimento usados é uma forma de manter a estrutura concretada úmida por mais tempo.

  •        Cura química do concreto

O processo de cura química do concreto é realizado através do borrifamento de substâncias específicas sobre a superfície do concreto, processo que cria uma película, selando a superfície do concreto. Tais substâncias podem ser com ceras, acrílicos, parafina, PVA entre outros.

Esse técnica, que a depender da qualidade do produto escolhido pode ter de 40% a 100% de eficácia, é indicada para qualquer situação, graças a facilidade de aplicação que ela oferece. É altamente recomendada para construção de pisos e garagens de concreto pois aumentam a durabilidade da superfície do concreto, reduzindo o indesejável efeito de esfarelamento.

  •  Cura a vapor do concreto (térmica)

A cura a vapor é a técnica mais indicada para estruturas de concreto que necessitam de maior velocidade para atingirem sua resistência projetada. Esse método é realizado com a aplicação direta de vapor com alta umidade relativa (UR) e com temperatura maior que a ambiente, atingindo até 60/65 graus Celsius. Normalmente são utilizadas em fábricas de pré-moldados por necessitar de instalação para produção do vapor.

Existe tempo mínimo para a cura do concreto?

A resposta é: sim. A função da cura do concreto é impedir a evaporação da água enquanto o mesmo não endurece totalmente e promover a evolução das resistências. Para isso, é necessário que você fique atento ao tempo recomendado que deve manter o concreto nesse processo.

Tratando de cura, quanto antes iniciar o procedimento e quanto mais tempo o executar, melhores serão os resultados. Ideal que cure sua estrutura por pelo menos 7 dias após concretagem.

Então, deu para entender o que é a cura do concreto? Esperamos que sim! Aproveita e diz pra gente o que achou, tá?

Até a próxima!

 

 


Deixe uma resposta

  • Veja Também

    Quer receber conteúdos/novidades
    gratuitamente
    no seu e-mail?